Apresentação


Bom dia! Este Blogue pretende, assim como tantos outros, dar a conhecer esta pequena aldeia no concelho de Carregal do Sal, como as suas tradições que ainda resistem perante a persistência dos seus habitantes. Pretendemos assim que sejam compartilhadas consigo e com o resto do mundo esperando que usufrua de bons momentos visitando este pequeno sitio na internet. Bem haja!





Vista satélite da aldeia

sábado, novembro 27, 2010

A casa do Consul (Casa do Passal, Cabanas de Viriato)

Esta casa que pertenceu a Aristides de Sousa Mendes, está hoje em avançado estado de degradação. Muitas pessoas estão envolvidas num esforço para a salvar e restaurar.


Lápis sobre Bristol Board

sábado, outubro 16, 2010

A Capela de Nossa Senhora da Pégada

Bem gostava de saber quem pintou esta imagem da nossa Capela. Infelizmente o nome do autor não é legível. De qualquer maneira, ainda bem que a encontrá-mos.

quarta-feira, setembro 15, 2010

sábado, setembro 04, 2010

Rua Padre Filipe


A Rua Padre Filipe aparece aqui na direção Sul. A casa a médio plano no centro direito da imagem era antigamente chamada “A Televisão”. Isto é porque ela servia como centro comunitário onde os habitantes se podiam dar ao luxo de assistir aos programas da RTP no único televisor que então existia na aldeia. Infelizmente a casa está agora muito degradada, e só esperamos que com alguma sorte, seja um dia recuperada. Mais aguarelas locais aqui: http://aguarelasportuguesas.blogspot.com/search/label/Povoa

domingo, agosto 22, 2010

Convívio

Quatro amigos na loja do Américo, anos setenta. A maioria dos leitores deverá reconhecê-los.


Agradecimentos ao nosso amigo António Amaral por nos ter cedido esta fotografia.

sábado, agosto 14, 2010

Dia de Festa

Na Fonte da Capela. Penso que na primeira metade da década dos Setenta.

sexta-feira, junho 11, 2010

Que roubo" Deus" nos fez!!!!


  Faleceu Carlos Morgado de 54 anos, residente em Laceiras

  As mais sinceras condolências a toda a familia enlutada 

quinta-feira, abril 08, 2010

Presente Envenenado






Caros povoenses e seguidores deste blog

A antiga escola primaria da Póvoa da Pegada sofreu alterações, no entanto as mesmas são prejudiciais á saúde e bem estar de todos nós.

O assunto a que me refiro trata-se de uma antena transmissora de radio FM (estação de radiocomunicações) que aí  edificaram, com cerca de 80 metros de altura.

Com base nas pesquisas feitas, deparo-me com os efeitos que a respectiva antena poderá causar com os niveis máximos admitidos de exposição humana a campos eletromagnéticos, que pode provocar danos á saúde, podendo em ultimo caso afectar o sistema de defesa imunológico do nosso organismo.

Os campos eletromagnéticos afetam as membranas que protegem as células, interrompendo o mecanismo de vigilância das células de defesa do corpo contra o câncer. Em conjunto com substâncias químicas que promovem ou iniciam o câncer, incluindo poluentes ambientais, os campos eletromagnéticos aumentam o risco, facilitando o crescimento descontrolado das células cancerígenas.

Os efeitos sobre a saúde podem se manifestar de forma sutil ou ao longo do tempo. O eletromagnetismo pode alterar o ritmo normal do corpo (ritmo circadiano), em homens e animais. As conseqüências são depressão e alteração da sensibilidade a medicamentos e toxinas.

Digo isto, pelo simples facto de me sentir na obrigação de zelar pela vida saudável que sempre existiu na Póvoa da Pégada... pois pode só ser mais uma" aldeia de velhos",mas não deixa de ser 

a nossa terra .

A titulo de conclusão gostaria que os seguidores deste blog expressassem,em forma de comentário as suas opiniões sobre o assunto relatado.

sábado, março 20, 2010

Infância

Nasci há muito tempo em Portugal
Cá para mim, foi bom sinal
Berço melhor não posso imaginar
Criado no campo em boa hora
Ía para a escola com a fralda de fora
Regava o milho no Verão a escaldar

Nosso Pai muito longe trabalhava
Sempre sempre lutava
Para aos filhos poder dar
Caminho para melhor vida
Do que a ele foi servida
Tanto esperámos…até ele voltar

Nossa Mãe sempre a procurar
Aos seus filhos poder dar
Incondicionalmente
Amor de Mãe que transbordava
Mesmo quando nos dava
A sopa tão quente

Cedo viria mais separação
Escolas longe do coração
Norte, Sul…Deus meu
Comboios, carreiras, estradas
Caminhos escuros e levadas
Que saudades sentia eu

Memórias da minha aldeia
Do quintal, das galinhas, da candeia
Força tão grande, gravitacional
Espero nunca irá deixar
Por muito tempo me afastar
Da Póvoa…do centro de Portugal

Julio Filipe Rodrigues
18 de Março de 2010

sexta-feira, março 12, 2010

Festa na Capela

Presumo que esta fotografia tenha sido tirada nos anos sessenta em frente da Capela, durante um dia de ocasião especial, talvez um casamento. Não parece ser a festa de N. Sra. da Pégada por falta de roupas de inverno. Mas isto é só conjectura, quem sabe?

P.S. Sugerimos aos nossos leitores que considerem partilhar quaisquer fotos antigas (ou recentes) de interesse local. Poderemos assim divulgá-las e preservá-las para futuras gerações. Podem fazê-lo enviando o ficheiro digital para qualquer dos contribuidores deste blog (o meu email é: juliorodrigues@bellsouth.net). Obrigado.

sábado, março 06, 2010

Uma Pedra Especial

A propósito do poema na última postagem, a pedra aqui modestamente representada tem claro está, um significado especial. As marcas que parecem ter sido deixadas por um par de pés deram origem ao nome da nossa aldeia . Como foi referido nesse poema, conta a lenda que estas marcas foram deixadas por Nossa Senhora que numa caminhada por estes lados decidiu usar esta pedra para se sentar e descansar.

domingo, fevereiro 14, 2010

Póvoa da Pégada

Os nomes de muitas terras
Espalhadas por vales e serras
Tem lendas e fantasias
Que os antigos contaram
E foi assim que chegaram
Oralmente aos nossos dias

Á minha aldeia que tem
A sua lenda também
Chamam Póvoa da Apégada
Tantas bocas a contaram
E pontos lhe acrescentaram
Que pode estar deturpada

Na matita da Santinha
Há uma pedra velhinha
Com dois sulcos invulgares
Á beirinha colocados
Mas muito bem demarcados
Parecem dois calcanhares

No inverno á lareira
Ao crepitar da fogueira
Os velhos da minha aldeia
Diziam a toda a hora
Que em tempos Nossa Senhora
Ia p'ra lá fazer meia

Sendo o calcanhar como é
Parte integrante do pé
Segundo a lenda contada
Não custará muito a crer
Que o nome devia ser
Póvoa sim, mas da Pégada

(Adolfo Coelho de Figueiredo)

quarta-feira, janeiro 20, 2010

Necrologia 2010

Faleceu Julio Coelho Figueiredo Rodrigues com 74 anos de idade.
O seu funeral será realizado no dia 31/12/2010 pelas 10:00h seguindo depois para o cemitério de Beijós onde irá a sepultar.

As sinceras condolências a toda a família, amigos, conterrâneos e também aos seguidores e contribuidores deste blogue do qual seguia e participava o nosso querido amigo.
Mensagem inserida em: 30/12/2010.

Faleceu Albertina Coelho do Amaral com 82 anos de idade.

As sinceras condolências a toda a família enlutada.
Mensagem inserida em: 20/01/2010.

domingo, janeiro 10, 2010

A Vinha da Capela


A quinta da Vinha da Capela na Póvoa da Pégada pertenceu a um muito bom amigo de família. O Dr. José Videira era advogado em Lisboa, mas pessoalmente penso que a sua verdadeira paixão era a pintura. A casa está vazia e abandonada desde que me conheço. Lembro-me de ter entrado aqui algumas vezes quando era criança. Todos os quartos estavam revestidos das suas belíssimas pinturas a aguarela, óleo e magníficos retratos, alguns a lápis. Foi certamente essa experiência que acendeu o meu próprio interesse pela pintura, aguarela especialmente.


Aguarela, 25x35 cm, Papel Arches cold press

domingo, janeiro 03, 2010

Passagem de Ano 2009/2010

Mais um fim de ano em festa na Povoa da Pegada com a habitual fogueira de fim de ano, desta vez junto á nova Associação.
Os "trabalhos" começaram cedo! As idas ao mato para trazer lenha foram uma constante.
Ao anoitecer estava tudo a postos para acender a fogueira, fogueira essa que esteve 2dias consecutivos a arder.
Veja aqui algumas fotos dos momentos únicos que compuseram esta passagem de ano na nossa aldeia.