Apresentação


Bom dia! Este Blogue pretende, assim como tantos outros, dar a conhecer esta pequena aldeia no concelho de Carregal do Sal, como as suas tradições que ainda resistem perante a persistência dos seus habitantes. Pretendemos assim que sejam compartilhadas consigo e com o resto do mundo esperando que usufrua de bons momentos visitando este pequeno sitio na internet. Bem haja!





Vista satélite da aldeia

quinta-feira, abril 08, 2010

Presente Envenenado






Caros povoenses e seguidores deste blog

A antiga escola primaria da Póvoa da Pegada sofreu alterações, no entanto as mesmas são prejudiciais á saúde e bem estar de todos nós.

O assunto a que me refiro trata-se de uma antena transmissora de radio FM (estação de radiocomunicações) que aí  edificaram, com cerca de 80 metros de altura.

Com base nas pesquisas feitas, deparo-me com os efeitos que a respectiva antena poderá causar com os niveis máximos admitidos de exposição humana a campos eletromagnéticos, que pode provocar danos á saúde, podendo em ultimo caso afectar o sistema de defesa imunológico do nosso organismo.

Os campos eletromagnéticos afetam as membranas que protegem as células, interrompendo o mecanismo de vigilância das células de defesa do corpo contra o câncer. Em conjunto com substâncias químicas que promovem ou iniciam o câncer, incluindo poluentes ambientais, os campos eletromagnéticos aumentam o risco, facilitando o crescimento descontrolado das células cancerígenas.

Os efeitos sobre a saúde podem se manifestar de forma sutil ou ao longo do tempo. O eletromagnetismo pode alterar o ritmo normal do corpo (ritmo circadiano), em homens e animais. As conseqüências são depressão e alteração da sensibilidade a medicamentos e toxinas.

Digo isto, pelo simples facto de me sentir na obrigação de zelar pela vida saudável que sempre existiu na Póvoa da Pégada... pois pode só ser mais uma" aldeia de velhos",mas não deixa de ser 

a nossa terra .

A titulo de conclusão gostaria que os seguidores deste blog expressassem,em forma de comentário as suas opiniões sobre o assunto relatado.

15 comentários:

beijokense disse...

A placa "ATENÇÃO" é a única placa existente?
Se é o caso, e admitindo que a legislação está a ser cumprida, significa que o nível de radiação emitido não oferece qualquer perigo para a população.

A instalação carece de autorização da Câmara Municipal, onde poderá obter informação sobre os níveis de radiação do equipamento.

Rui Lopes disse...

Penso que o principal e o que realmente importa aqui frisar é o facto de este "monumento" não ter legitimidade para estar "plantado" na nosso aldeia visto que a emissora tem sede em Carregal do Sal.
Se fosse algo de util a todos concerteza na estaria aqui.
Acredito que com a vontade dos povoenses, e não a do Senhor Presidente Atilio Dos Santos Nunes e os demais que tiveram esta "brilhante" ideia, iremos mandar esta antena para onde ela pertence estar que é a sede do concelho ou para onde a queiram levar.
Parabéns pelo titulo "Presente Envenenado" mas eu acrescentaria também "2 em 1" pelo facto de este "presente" poder trazer consigo perigos para a saude publica local, como á vista de todos ser um enorme poluente visual.

fernando pais da costa disse...

primeiro apresento-me aos leitores!
chamo-me fernando pais da costa e sou natural da póvoa da pégada.
comentando o tema em epigrafe, quero dizer que foi com enorme tristeza e até revolta que tambem vi a dita antena "plantada" no quintal da nossa escola.
á data, perguntei ao senhor presidente da junta da nossa freguesia o motivo pelo qual não foram informados os residentes e os demais interessados sobre a pretensa eventualidade da edificação da referida antena num espaço que "é nosso" e o mesmo respondeu que o sr. presidente da camara apenas o informou sobre o assunto quando já se procediam a obras de fundação para o suporte da mesma.
consta que o prazo para ocupação do local pelo equimento instalado, está negociado até ao ano 2040.
naturalmente nenhuma camara municipal faz negócios com particulares, com prejuizos para os municipes, sem contrapartidas para os lesados.
e digo prejuizos, visto que ficámos sem o espaço onde foi implantada a dita antena; uma vez que a própria mais os cabos de aço de amarração cobrem todo o espaço circundante da "nossa" escola primária.
quando publicaram este artigo no blogue, logo alguem veio defender a instalação e divagar sobre o perigo da radiação!
um defesa justa e louvável á atitude do sr. presidente da camara do carregal do sal em ter mandado instalar ali aquele equipamento.
não sei se o fez apenas para comentar ou a soldo dos interesses da camara contra a população da póvoa da pégada. mas pareceu-me pelo comentário uma pessoa expedita e com conhecimentos documentados para divagar sobre o assunto! assim, pedia imformasse esta população se conhece os interesses e as contrapartidas dadas aos municipes ou a particulares pela empresa benefeciada pela atribuição da ocupação do espaço até 2040.
um abraço a todos os leitores e toda a rapaziada que tal como eu semtimos correr nas veias o sangue auzul da malta da póvoa da pégada!

beijokense disse...

A deselegância com que o comentador identificado como Fernando Pais da Costa se refere ao meu comentário, faz com que não perca tempo a responder-lhe.
No entanto, os habitantes e amigos da Póvoa, bem como os leitores deste blogue, merecem-me toda a consideração, pelo que esclareço:

1. Não me pronunciei nem pronuncio sobre a instalação da antena; tão só sobre um eventual efeito negativo na saúde, o qual se traduz num receio infundado, à luz do actual conhecimento científico.
2. Não divago sobre radiações. Informei-me antes de comentar.
3. A saúde pública é um assunto demasiado sério para se argumentar a partir de hoaxes. E demasiado sério para se poder trocar por "contrapartidas para os lesados".

A população ou alguém em seu nome tem todo o direito de não querer a antena ou de negociar contrapartidas pela instalação. No entanto, quem optar por utilizar informação falsa para criar alarme social acabará por perder as razões que tenha.

Francisco Pereira disse...

Boa tarde caro beijokense
Se será um receio infundado,logo as entidades competentes o vão dizer.
Quanto á informação falsa para criar alarme social tenho-lhe a dizer uma simples frase
"QUEM NÃO DEVE NÃO TEME"

beijokense disse...

Boa tarde, Francisco Pereira.
Com isso concordo - solicitar o envolvimento das "entidades competentes".

Anónimo disse...

Como natural da Póvoa da Pegada não queria deixar de aproveitar a oportunidade para comentar este assunto que reveste a maior importância prestando, de certa forma, homenagem à nossa pequena aldeia que, de um dia para o outro, se viu completamente abafada por essa antena gigante.

Desconhecendo os efeitos nefastos ou não para a saúde apenas, de momento, me posso pronunciar sobre a forma deselegante e arbitrária do nosso Presidente da Câmara, ao ter autorizado e permitido a formalização de tal contrato (até 2040!!!), com total desconhecimento dos seus munícipes.

Esta acção traduz-se, além do mais, na primeira obra feita pela Câmara naquela localidade, havendo razão para dizer que preferíamos continuar no esquecimento a sermos contemplados com obras idênticas. É certo que, na altura, não deveríamos ter ficado calados porque calar é consentir mas, também não é menos verdade que, nunca é tarde demais para reagir.

Convém, igualmente, não esquecer que aquele terreno não foi comprado pela Câmara Municipal ou por qualquer outra Entidade Pública mas sim, doado há meio século, com a finalidade de aí se construir uma escola primária digna para as crianças da aldeia.

Os sentimentos da nossa eterna gratidão ao Senhor Mendonça que não sendo da terra demonstrou, deste modo, um grande afecto à mesma e mais particularmente às crianças, oferecendo-lhes um lugar único com a vista mais bonita da aldeia. Em sua memória, não nos queiram retirar esse legado!
È de justiça que a antena seja dali retirada, estando certa de que não faltarão outros lugares, distanciados de povoações, para remediar este mal.

Ouso acreditar na boa compreensão do Senhor Presidente da Câmara, esperando que através de diálogo construtivo as coisas sejam repostas no seu devido lugar.
Olga Cerveira Martins Rita

Villager disse...

Tenho-me abstido de comentar sobre este assunto porque estando infelizmente tão longe da Póvoa não conheço a totalidade dos factos. No entanto fiz alguma pesquisa, e penso que há aqui dois temas distintos.

Primeiro, os efeitos das emissões electromagnéticas na saúde humana: a Organização Mundial de Saúde mantêm que não há evidência conclusiva de efeitos nocivos; Largamente, a opinião científica global suporta esta posição, que eu acredito. Por outro lado, os cientistas têm o mau hábito de anunciar novos estudos que contradizem estudos prévios. Lembro-me de quando diziam que a margarina vegetal era muito melhor que o azeite de oliveira o que agora está desacreditado. Portanto, é compreensível que, em geral, a população possa sentir certa apreensão. No entanto, o facto de que estas antenas estão em uso há tanto tempo sem criarem óbvios problemas, deve dar-nos um pouco de tranquilidade sobre esta específica questão.

Dito isto, pelo que tenho lido, parece-me que a instalação desta antena no recinto da nossa velha escola foi uma decisão muito pobre, precipitada e desnecessária, especialmente pela falta de consulta á populaçao da Póvoa. Além de causar apreensão aos habitantes, destrói a beleza do lugar, quando há muitos outros lugares nesta área que podem ser usados para localizá-la. Espero que esta antena seja removida o mais rápidamente possível.
Julio F. Rodrigues

fernando pais da costa disse...

consta-se que neste momento o sr. presidente da camara acompanhado de alguem da sua equipe veio verificar a edificação da dita antena. como sabe do desanimo da população em relação a este assunto, espero sinceramente que tenha vindo tratar da sua remoção do "nosso" espaço.
como não deve ser facil desmontar a mesma e leva-la para onde julgar ser mais conveniente,venho oferecer-me para dar uma ajudinha para desmomtar e empacotar para não se arranhar pelo caminho até á nova morada!
estou certo que outros conterraneos estarão tambem na disposição de ajudar ao recambio da mesma. se for o caso, ofereçam gratuitamente os vosos prestimos nesse sentido, deixando aqui neste espaço essa imformação!
um abraço a todos os conterraneos.

Anónimo disse...

Não me manifestei até esta data, embora seja uma das pessoas mais lesadas, porque entendi que qualquer protesto ou comentário da minha parte poderia ser mal interpretado pelo facto da minha casa se encontrar ao lado da antena.

Com efeito, a minha casa encontra-se a uns 50 metros da mesma e, por isso, posso afirmar o seguinte:
Após a colocação da antena, além das contestações que têm surgido, gostaria também de aqui assinalar o barulho causado pelo motor instalado num anexo da escola, mais acentuado no silêncio da noite, que incomoda verdadeiramente. Se este problema existisse na altura em que adquiri a mesma, certamente teria escolhido outro sítio para fixar a minha residência, longe de barulhos e, sobretudo, de instrumentos deste género que em nada beneficiam o ambiente da natureza envolvente.

Dito isto, regozijo-me saber que todos anseiam tanto quanto eu a sua deslocalização para outro sítio.

Quanto ao resto, faço minhas as palavras dos comentários já descritos.

António F. Moreira

Anónimo disse...

Sois uns porcos que culpa tem a antena da rádio pelo sucedido, isto de ir lá cortar os cabos que abastece a antena tem que se lhe diga, mostra bem o que sáo as gentes dessa aldeia.

Francisco Pereira disse...

Boa tarde caro anónimo que as gentes da povoa sabe quem É;
Podem nos chamar "porcos ",porque todo o ser humano terá defeitos,mas não nos chamem "BURROS".Seria de enorme burriçe ter uma atitude dessas, com o acordo já conseguido com a respectiva rádio e com a Câmara Municipal.
Tal atitude só indica que alguem estará incomodado com tal acordo,e terá essas atitudes para as "colar" ás gentes da Povoa.
ESSA NÃO PEGA!!.................DA!!!!

Francisco Pereira disse...

O COMENTÁRIO ACIMA DESCRITO PELO SENHOR ANÓNIMO,REFLETE A SUA MÁ EDUCAÇÃO E A SUA IGNORÂNCIA

dina disse...

Sr. anonimo,
quando se atacam as pessoas da Povoa da Pegada,
tem que ter coragem e assumir a sua identidade.
E feio e covarde da sua parte.
Dina Lucia Cerveira Santos

fernando pais da costa disse...

rapaziada da póvoa! calma!
não vamos responder gratuitamente a alguem que com capa de anónimo nos quiz achincalhar, uma vez que nos deve ter confundido com a sua familia.
somos contra a instalação da referida antena no nosso espaço, mas a favor da emissão da rádio.
pelo que me toca, devo dizer que me sinto orgulhoso pelo facto de haver uma rádio no nosso concelho e até quando posso acompanho a emissão da mesma. mas sou literalmente contra a instalação da antena no espaço referido!
estamos a fazer esforços para que a mesma seja deslocalizada. tão sómente isso.
e para quem acompanha o blogue, é bom que se esclareça que a dita antena ficou sem energia electrica, mas tambem a casa do nosso conterraneo sr. moreira.
e isso é um acto de puro vandalismo que reprovamos vivamente.
carece ainda dizer que estão a desenrolar-se negociações para a deslocalização da antena, e, estes actos não benefeciam em nada a nossa posição, nem a de nenhuma das partes envolvidas.
como tal, essa de "porcos" não nos serve!
antes, sim, honrados, razoaveis e honestos!
tenho dito.